Realização de sonho: viagem às Rochosas Canadenses 😍

Qual a imagem mais icônica do Canadá na sua opinião?

Pra mim, a foto mais representativa do Canadá sempre foi a foto do Lago Moraine, que no passado, num tempo em que a gente não tinha Google para verificar as coisas, eu achava que era o Lake Louise.  🤪


Sempre sonhei em ver pessoalmente os lugares lindos em Banff que eu só via por fotos. Com o tempo, juntou-se ao sonho as imagens de outros parques anexos a Banff : Jasper, Yoho e Kootenay. 

Husband e Lapin-Fille também tinham Banff e Jasper como top bucket list, então esse foi o destino e razões mais que perfeitas para escolhermos viajar para estes destinos para celebrar nossos 10 anos de Canadá. 

Meu repertório de sonhos com Banff e Jasper aumentou absurdamente há alguns anos, quando conheci o trabalho do fotógrafo Paul Zizka.

Estivemos por lá de 19 a 31 de julho
Alugamos uma casa para ser nosso forte em Cochrane, que fica entre Calgary e Banff.Planejamos os pontos que queríamos conhecer distribuindo-os rotas de acordo com a proximidade desses pontos de interesse, de maneira a otimizar ao máximo nosso tempo por lá.É tanta coisa linda pra testemunhar! Ainda bem que o Sol nessa época do ano dá uma ajudinha e se põe por volta das 10, deu para esticar os passeios até tarde e aproveitar mais.Tá certo que várias vezes fomos dormir de madrugada, mas o que vimos fez valer muito a pena. Eu achava que lá era lindo, estava imaginando me deparar com lagos maravilhosos, mas os parques me surpreenderam para muito melhor. Tudo é lindo! A vista das estradas é sempre incrível! Foi a primeira vez na vida que viajei no meio de cadeias de montanhas onde cada montanha era uma obra de arte diferente.Lembrei-me das aulas de geografia da dona Suria, quando ela dizia que a idade geológica das montanhas eram percebidas no formato das montanhas : as montanhas ‘’antigas’’ tem pico arredondado, as ‘’novas’’ sao pontiagudas. Nem sei se a ciência ainda aceita esta explicação, mas o fato é que os picos das montanhas de Banff e Jasper são super escarpados e os formatos são os mais variados. As cores de uma montanha para outra variam absurdamente, até montanhas de rochas cor-de-rosa nós vimos. Não deu pra enjoar depois do 20o laguinho, simplesmente porque a cor de cada lago é única, e dependendo da iluminação, um único lago pode se multiplicar em inúmeras paisagens. Paraíso dos amantes da fotografia ou quoi? Paraíso dos hikers também!Falando em hiking, teve um dia que chegamos a fazer 28 km de caminhada, uma trilha de uns 6 km no Emerald Lake e outra de 22 Km para ver o Lake O’hara.   

Queríamos fazer fotos noturnas e para isso acampamos por uma noite perto de um lago lindo, o Honeymoon Lake. Esse camping fica em Jasper, mas não tinhamos reserva, pois essas reservas são geralmente feitas com antecedência, e não queríamos ser obrigados a acampar caso chovesse. Então saímos em um dia de tempo bom em busca de vaga nos campings assim mesmo, sem reserva, seria chegar e ocupar se tivesse vaga. Somente no terceiro desses campings foi que encontramos lugar disponível. Foi a primeira vez que acampamos por essas bandas e achei o sistema bem legal. 

Primeiro, precisa-se saber que existem vários níveis de camping. Os mais ‘luxuosos’ tem até cabine tipo suite com WC. Outros tem chuveiro sem água quente em WC coletivo, cozinha coletiva, e por ai vai. 
O nosso era dos mais simples e ofereciam WC coletivo (na verdade uma cabine com fossa séptica), água potável, madeira cortada para fogueira. Bem rustiquinho, mas adoray!!

A organização dos parques nacionais é fantástica e me impressionou que até os parques com canyons tem acessibilidade. No camping, a gente chega e se auto-registra. Preenchemos os dados, incluindo dados de pagamento, depositamos o envelope com essas infos no cofrinho que fica na entrada no local de registros, colocamos uma copia do registro na entrada do nossa vaga de camping. Só isso. Os guardas do camping fazem uma ronda a noite e de manhã (ao menos) para checar se tudo está nos conformes.

No camping há locais para acondicionar comida e lixo de maneira a evitar aproximação de ursos.

 Falando em ursos…

Em Jasper vimos ursos em 3 oportunidades, 2 pretos e 1 grizzly. (videozinho abaixo!). Vimos geleiras e entristecemos ao constatar o quanto elas têm reduzido muuuuito nos últimos 50 anos. Há umas marcações que foram feitas na geleira Athabasca desde o século passado que mostram que a geleira que chegava perto da estrada encolheu ½ Km. Fico feliz que tenhamos tido a oportunidade de conhecer, pois a próxima geração provavelmente não a verá.  

Além de trilhas, nadamos em lagos, molhamos os pézinhos em cachoeiras e riachos formados por geleiras, fizemos rafting, kayak, trilhas e mais trilhas. Tomamos banho nas piscinas de águas termais aos pés de uma paisagem linda. Falamos muitos wooooow e waaaaw, e fizemos em torno de 15.000 fotos (Isso porque éramos só 4 pessoas! 😂   ), as quais sim, estamos repassando uma por uma no computador e revendo, já com muita saudade e certeza de que queremos voltar para ver o que em 11 dias não foi possível, ou para rever o que mais marcou.  

 Lindezas que tivemos o privilégio de testemunhar que existem:

Ghost Lake
Herbert Lake
Moraine Lake
Lake Louise
Payto Lake
Columbia Icefileds
Glacier Skywalk
Honeymoon Lake
Lake O’hara
Emerald Lake
Two Jacks Lake
Lake Minnewanka
Bow Lake
Waterfowl Lake
Patricia Lake
Pyramid Lake
Vermillion Lakes
Goat Pond
Rundle Mount
Kananaskis Lake
Maligne Lake
Athabasca Falls
Sunwapta Falls
Sheep River – Big Horn Lookout
Johnston Canyon
Saskatchewan Crossing
Cidade de Banff 
Cidade de Jasper 


Bichinhos que vimos (além dos ursos)

Alce Fêmea (tem no Vídeo)
Cabra da Montanha (tem no Vídeo)
Cabra de Chifrão (tem no Vídeo)
Veados (tem no Vídeo)
Rena (tem no Vídeo)
Lontra (tem no Vídeo)
Peixinhos nos lagos e ninhos de passarinhos conta, produção ? 

Para trafegar entre Banff e Jasper precisa pagar a entrada nesses parques. O acesso por pessoa por dia é em torno de CAD 9,00, mas atualmente tem um passe anual para grupo (carro com até 7 pessoas) que sai por 136,00 e pode ser usado em qualquer parque ou museu federal. Vale muito a pena, então fikadika (pode falar isso ainda isso produção? 😂  ).

Abraços

Lapin-Mère

25/11/2018.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s