Váálamedeuzz-Nóóóssinhóra-Jézuizzzmariajosé! (O que isso tem a ver com Sibéria???)

Dá uma olha nessa sensação térmica!!

-35°C!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

A mídia daqui tem falado muito em frio siberiano e hoje, com essa temperatura, me lembrei de um ex-colega de trabalho do husband, chamado Thomas.
Thomas é um alemão nascido na Alemanha Oriental (Que existia antes da queda do muro de Berlim – para explicar de maneira simplória).
Em uma de suas passagens pelo Brasil, ele nos contou sobre sua infância na Sibéria. Nos explicou que na época, as famílias que “contrariavam o sistema” socialista, eram “transferidas” para a Sibéria. E foi assim que sem querer, o Thomas passou boa parte da infância e adolescência na Sibéria. Depois do castigo, a familia voltou para a Alemanha e quando o conhecemos, já não havia mais muro de Berlim. Ele já morava em Munich há um bom tempo e fazia bom uso de tudo de bom que o capitalismo pode proporcionar…

Bão, o fato é que lembrando da história do Thomas, me senti com as forças renovadas para enfrentar os 2/3 de inverno que ainda estão por vir! Valeu Thomas! (mesmo assim se a temperatura aumentar uns 10°C, a família agradece, rsrs)

Abraços
Lapin_Mère
14/01/2009

Ps: Como diz o bródi, poderia ser melhor, mas também poderia ser beeeem pior: em Winnipeg, a sensação térmica foi -52°C!

4 comentários sobre “Váálamedeuzz-Nóóóssinhóra-Jézuizzzmariajosé! (O que isso tem a ver com Sibéria???)

  1. Pensei numa piada suja sobre lugares onde o sol não bate e o sol batendo menos ainda atualmente, mas vou poupar os leitores do seu blog…

    Estava contando do Thomas esses dias para um amigo. E certamente ele concorda com a filosofia Piggiana do bem pior.

    PS: “mais também” ?!?!?!

    Beijundas. Vou aproveitar o dia de +32ºC e alta humidade aqui para beber uma cerveja batuta em homenagem a vocês, ouvindo isto
    http://blip.fm/profile/CelsoBessa/blip/2701214

    (Não vale mandar para aquele lugar onde o sol não bate!)

    🙂

  2. Às vezes fico me perguntando em casa como será que vou me comportar quando bater de frente com um frio desses 🙂

    Pra quem vive em Recife, com média de temperatura sempre na casa dos 30º, de repente esdar de frente com os mesmos 30º só que agora com um sinal de – na frente deles, deve ser até radical hehehehe

    Adoro o frio, nasci no frio, afinal sou natural do Rio Grande do Sul. Mas mesmo no sul, nunca atingi os 2 dígitos negativos.

    Abraços a todos os Lapins

  3. Estamos no Rio Grande do Sul e o máximo que pegamos foi -2 , ainda que de madrugada.

    E como é isso, no dia a dia ? é tãaaaaao ruim (ou pior) quanto o pessoal fala ?

    abraços a todos !

  4. Oi Erica,

    Como dizemos em bom paulistânes: O negocio ta PUNK de aguentar!

    Mas, vamos levando…

    Bjos,

    Pri.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s